Os Aristogatos – Análise do DVD

astroga

Os gatos mais conhecidos da Disney chegaram ao Teu Blog, mostrando o que contém a edição especial, espreita!

O ano passado a Disney lançou a edição especial “Os Aristogatos” em primeira vez com a dobragem portuguesa e com alguns extras.
O filme começa em 1910, em Paris, e conta a história de uma senhora milionária que decide deixar em testamento toda a sua fortuna á sua única família, aos seus quatro gatos. Mas Edgar, o mordomo, escutando o sucedido decide raptar Duquesa e os seus filhos, levando-os para longe e assim poderia ficar apenas ele com a herança. Mas aparece O´Malley, um gato vadio, que ajudará Duquesa, Berlioz, Toulouse e Marie a voltarem para casa, porém até lá terão de viver uma maravilhosa aventura cheia de perigos e música.

Além do filme e da selecção de cenas existe no Material de Bónus uma música eliminada, “She never felt alone”(Ela nunca se sentia sozinha) que seria cantada pela Madame Bonfamille, contando como são maravilhosos os seus gatinhos. Richard Sherman conta-nos a historia da música, cantando-a e tocando. Os Irmãos Sherman foram os compositores na altura dos estúdios Disney e também de algumas músicas deste filme. Esta música tem duas partes, a primeira chama-se Pourquoi (porquê), em que a Madame expressa o seu amor pelos seus gatos e estes perguntam porquê, daí o nome e a música seria colocada no inicio do filme quando a Madame e os gatos chegam a casa. A segunda parte seria inserida mais adiante, pouco depois de conhecerem O´Malley, e cantada pela Duquesa que diz que tem de voltar a casa por a Madame os tratar tão bem e precisar deles.
Em Música e Mais podemos contar com a selecção de canções do filme ou cantar com o filme, vendo o filme com as legendas das músicas.
Em jogos e actividades os mais novos podem brincar com um gatinho virtual onde se pode alimenta-lo, penteá-lo ou pô-lo a dormir entre outras coisas. E outro jogo, “os aristogatos jogos língua divertida” em que podemos aprender o nome de instrumentos musicais em inglês.
Nos bastidores podemos saber um pouco mais acerca dos irmãos Sherman e das músicas do filme, já que a música é um dos ingredientes mais importantes dos filmes da Disney. No filme pretendiam um toque francês nas músicas e um estilo jazz. Dão importância a Chevalier, um cantor que como ultimo trabalho profissional, cantou a música que inicia o filme. Também cantam a música Escalas e Arpejos composta pelos irmãos e falam de como é engraçada a letra.

aristogatos

Há também um livro de imagens interactivo, que mostra imagens de concept art, desenvolvimento da história, desenvolvimento das personagens, por detrás das câmaras e publicidade.
E por último podemos ver “a grande família dos gatos” um excerto animado lançado em 1956, em que Walt Disney nos fala que o gato domestico foi o único felino amigo do homem e começando do inicio em que os gatos começaram a ter importância a 4 mil anos atrás, no Antigo Egipto onde começaram a ser tratados como superiores, até que foram para o resto do mundo como caçadores de ratos astutos, mas na Europa eram apenas gatos normais que podiam viver em casas de ricos ou pobres, mas sempre querendo o conforto. Com as descobertas os gatos foram também para a América e criavam várias raças. Na Idade Média com os ratos a devastarem a comida e a espalharem doenças como a peste negra a única arma que o ser humano dispunha era o gato. Mas mais tarde houve uma altura em que os gatos eram perseguidos devido a medos e superstições, e pensava-se que o gato fazia parte de bruxarias ou feitiçarias por ser um animal nocturno, silencioso e misterioso. E assim antes adorado como um Deus foi julgado como uma maldição e quase foi extinto, mas continua connosco nos nossos dias.
Para terminar uma curta-metragem ”Bath Day” (Dia do Banho) do gato Fígaro, personagem do filme Pinóquio. Uma curta engraçada que nos remonta a velhos tempos da Disney, e do facto de os gatos não gostarem da água.
No geral o DVD é um pouco fraco, deram muito importância ao facto de os protagonistas serem gatos, mas merece apreciação a quem gosta do filme e a dobragem portuguesa está boa tanto nas personagens como nas músicas e o dobradores das falas e nas canções são:
Duquesa – Isabel Ribas/Isabel Campelo
Thomas O´Malley – Diogo Morgado
Roquefort – André Maia
Toulouse – Rui Cerejo
Berlioz – Vasco Lourenço
Marie – Joana Dinis
Edgar – João Lagarto
Napoleão – Carlos Macedo
Lafayette – Rui Paulo
Gato Rúfia – Pedro Malagueta
Vozes Adicionais:
Elsa Galvão, Pedro Pinheiro e Sónia Neves
Músicas:
“Os Aristogatos” – Manuel Rebelo
“Escalas e Arpejos” – Isbel Campelo, Vasco Lourenço e Joana Dinis
“Thomas O´Malley – Diogo Morgado
“Toda a Gente Quer a Vida Que um Gato Tem” – Diogo Morgado, Isabel Campelo, Isabel Jacobetty, Joana Dinis, Manuel Rebelo, Pedro Malagueta, Rui Paulo e Sérgio Peixoto.

Direcção de Dobragem – Carmen Santos

Adaptação dos Diálogos – Rita Salgueiro

Direcção e Adaptação Musical – Pedro Gonçalves

Direcção da Produção – Rita Salgueiro

Técnico de Som(Diálogos) – Maurício Baião

Técnico de Som(canções) – Douglas Gama

Supervisor Criativo – Alejandro Nogueras

Estúdio de Dobragem e Canções – Matinha Estúdios de Som, SA

 (Nota: neste blog a avaliação é feita de 1 a 5 estrelas)

Avaliação:

Imagem: 3,5

Som: 4

Extras: 3

Embalagem: 3,5

Nota Global: 3,5

2 respostas a Os Aristogatos – Análise do DVD

  1. brenda diz:

    marie e duquesa vocês são muito lindas!!!………….

  2. rafaela diz:

    marie você é muito engraçadinha e você também duquesa!!!……………….!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: