Curta da Semana – 6ª Edição

null

Mais uma curta-metragem, mas desta vez da Pixar…curioso? Então espreita!

 

Na edição de curtas desta semana damos um salto no tempo e avançamos alguns anos! Estamos em 1986, ano em que estreia a primeira curta-metragem feita pelos estúdios de animação da Pixar: Luxo Jr.!

 

Esta curta-metragem marcou o início de uma, não muito vasta, mas importante, colecção da Pixar. As razões para a importância deste projecto são muitas, mas já lá iremos – primeiro a história.

Esta curta-metragem conta a história de um candeeiro de secretária. E o que terá uma coisa destas de tão interessante?! Tem pois. Tudo começa em cima de uma mesa de trabalho onde o referido candeeiro, Luxo Jr. – filho do candeeiro principal – encontra uma pequena bolinha e começa a brincar enquanto o seu pai o observa. No entanto, infelizmente, a bola acaba por ser furada por acidente, o que deixa Luxo Jr. bastante infeliz. O curioso é que uns meros segundos depois, Luxo Jr. volta a aparecer em cena, desta feita com uma bola maior e bastante feliz.

Podes ver a curta aqui:

A verdade é que a história evidencia-se pela sua simplicidade. Apesar da natureza quase irrisória de um enredo que muitos classificariam como pobre, a curta-metragem esconde vários aspectos que passariam despercebidos aos olhos dos mais distraídos. Analisando mais profundamente, e não de uma forma superficial, a história prima pela sua intenção – a de demonstrar que há sentimentos em tudo. O brilhantismo com que a animação 3D conseguiu passar emoção através de uma simples lâmpada é completamente deslumbrante. Para além desta característica que por si só já torna a curta-metragem digna de mérito, da história destaca-se ainda a moralidade – não interessa que se perca o que quer que seja: consegue-se sempre melhor se se quiser.

Apesar de não ser a curta-metragem mais antiga pertencente à lista da Pixar – a mais antiga é as Aventuras de André e Wally B (1984) – foi a primeira a ser produzida e realizada por estes estúdios. Esta curta que foi exibida pela primeira vez juntamente com o filme Toy Story 2, acabou por ter uma espécie de seguimento. A personagem Luxo Jr. participou posteriormente em mais quatro projectos de curta-animação que foram emitidos na Rua Sésamo, sendo portanto educativos. Eis aqui a lista:

 

  • Leve e Pesado (Light & Heavy)
  • Surpresa (Surprise)
  • Em Cima e em Baixo (Up and Down)
  • Em Frente e Atrás (Front and Back)

 

Esta curta-metragem, e em especial a personagem Luxo Jr., têm umas quantas curiosidades. Este pequeno candeeiro de secretária, depois da sua estreia, tornou-se no logótipo e na mascote dos estúdios de animação da Pixar (Pixar Animation Studios). A pequena bola branca, companhia do nosso “protagonista”, apareceu também diversas vezes nalgumas animações, entre elas Toy Story, Toy Story 2, Monstros & Companhia e Jack-Jack Attack. Além dos prémios arrecadados, o pequeno Luxo Jr. teve ainda direito a uma escultura que está actualmente na Califórnia. Esta obra foi um presente do Australian Centre of Moving Image (ACIM), sediado na cidade de Melbourne. Podes ver aqui a escultura do Luxo Jr. acompanhado pela sua querida bolinha:

null

 

O projecto destaca-se como tendo sido a primeira curta-metragem animada por computação gráfica a ser indicada para um Óscar. Para além da indicação ao Óscar, destacam-se ainda outros prémios arrecadados: em 1987 ganhou na categoria de melhor filme de curta-metragem no Festival Internacional de Filmes em Berlim; também em 1987 conseguiu o 2º lugar como melhor filme com menos de 5 minutos no Festival Internacional de Animação em Ottawa de Animação; ainda em 1987 conquistou o prémio de melhor animação assistida por computador na Celebração Mundial de Animação. 

 

Ainda que possa ser considerada por muitos uma curta-metragem sem grande importância, os prémios e a sua influência mostram o contrário. Marcou o início de uma fantástica caminhada da Pixar e é absolutamente digna de mérito.

 

Ficha Técnica:

Director: John Lasseter

 

Escritor: John Lasseter

 

Produtores: John Lasseter

                 William Reeves

 

Responsável pelo Som: Gary Rydstrom

 

Responsáveis pelos Efeitos Visuais: Don Conway

                                                Paul Heckbert

                                                John Lasseter

                                                Sam Leffler

                                                Eben Ostby

                                                William Reeves

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: