Curta da Semana – 10ª Edição

jan09shorts04

Estamos de volta com mais uma curta memorável. Quem não se lembra da famosa história d’ “A Lebre e a Tartaruga”. Curioso? Clica!

A Lebre e a Tartaruga é uma curta que data de 5 de Janeiro de 1935 e é uma de muitas versões da história da corrida entre a veloz lebre e a empenhada tartaruga. A versão de Walt Disney é com certeza aquela, adaptada para filme, com mais memorável, tendo em conta que deu a Walt Disney, um dos homens mais galardoados com prémios de todos os tempos, o seu terceiro Óscar para Melhor Curta de Animação.

A história começa com uma multidão a aglomerar-se nas bancadas posicionadas na linha de partida da esperada corrida. Os dois protagonistas entram em cena, a tartaruga Toby deseja à lebre Max boa sorte e que o melhor “homem” ganhe, ao que a lebre agradece e acrescenta que não lhe vai dar “uma grande abada”, estica-lhe o braço para lhe apertar a mão e no momento em que a tartaruga estica o seu braço, a lebre retira a sua mão e dá uma gargalhada. A corrida está prestes a começar e os participantes posicionam-se na linha de partida. O oficial de partida dá o tiro e dá início à corrida. A lebre sai a uma velocidade alucinante e a tartaruga é ajudada pelas balas atiradas contra a sua carapaça. Max para por um momento e observa a Toby a correr lentamente, acompanhado por alguns caracóis, e de seguida, encosta-se a uma árvore e finge estar a dormir. Toby observa e pede para fazerem silêncio, passando sorrateiramente à sua frente, tentando ganhar um avanço. Mas a lebre volta à liderança em poucos segundos, tomando um grande avanço, até que para junto de uma escola de coelhinhas e começa a mostrar as suas habilidades, até que começa a ouvir a multidão a gritar. Preocupado, apercebe-se que a tartaruga vai à frente e começa a correr velozmente, mas não chega a tempo! Toby ganhou por um triz e recebeu o mérito pelo seu empenho em terminar a corrida com glória.

Aqui tens a curta, para poderes passar uns bons 9 minutos. Nem vais dar por eles!

Se observares com atenção, consegues detector um erro na curta. Consegues decobrir?

Pois é. Quando a lebre chega à escola das coelhinhas, elas estão dispostas segundo as cores violeta, vermelho, azul e amarelo, mas quando a lebre entra, elas mantêm-se na mesma sequência de cores, quando deviam estar completamente ao contrário, sendo que estão a ser “filmadas” de um outro ângulo.

Mas este pequeno erro não retira à curta o seu mérito e podemos dizer o Óscar que recebeu foi muito bem atribuído.

Créditos:

Director : Wilfred Jackson

 

Animação:

Hamilton Luske

Larry Clemmons

Dick Heumer

Ward Kimball

Frenchy de Tremaudan

 

História: Larry Clemmons

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: